sábado, 19 de julho de 2008

Programa para esta noite.

Ir até África, deliciar-me com tudo o que Sydney Pollack nos deu a ver, enquanto tento esquecer as barbaridades que, soube agora, o nosso Primeiro anda por lá a espalhar...

14 comentários:

fugidia disse...

Hum... esta massagem ao couro cabeludo já me chegava :-)))

(enfim, se pudesse ser também aos pés... - gargalhada)

:-)

Cristina Ribeiro disse...

E não andou com dores nas costas, há tempos, Fugidia? :)

fugidia disse...

Sim, sim... mas essa parte foi resolvida a contento (risos)
:-)))

mike disse...

Pois deixe-se ir para África (minha), que vai muito bem, Cristina. :)
Digo eu, que sou suspeito. (risos)

ana v. disse...

África, com o Redford ainda por cima, parece-me o paraíso! Um filme inesquecível, Cristina. Não me canso de vê-lo, nem de ouvir a música.
:)

Júlia Moura Lopes disse...

para África, Cristina, tambem vós?

O nosso primeiro não tem vergonha na cara...estão todos feitos, uma máfia!!

beijinho

mike disse...

Eu estou fora dessa máfia... (risos)

Cristina Ribeiro disse...

Mike, Ana e Júlia; uma vez mais "esta" incursão a África foi memorável....
Paisagem natural, humana e música de primeira.
E sem socratices à vista.

ana v. disse...

É, o único mafioso ali é o estúpido avião, que acaba com um amor tão bonito...

Cristina Ribeiro disse...

Nem mais, Ana.

Júlia Moura Lopes disse...

não lamentem, se não fosse o avião, hoje eles estariam divorciados.

acho que as coisas já não estavam muito bem entre eles, isto lembrando a ultima conversa sobre as mesmas viagens.

Cristina Ribeiro disse...

Oh, Júlia! Mas o "eterno" deles bem que poderia ter sido mais eterno :)

Júlia Moura Lopes disse...

pois podia,mas assim até foi mais bonito :-)

olhe, Cristina, eu a Africa é que não vou, ainda encontro por lá o meu ex-eterno. Deus me livre e guarde!!!

Cristina Ribeiro disse...

Melhor ver uns e outros que filmam lá em África :)